Santa Filomena comemora os 70 anos de Salomão Barbosa o maior líder de sua história

Está última sexta-feira, 12 de abril, foi especial para milhares de pessoas que comemoraram juntas os 70 anos do prefeito Salomão Barbosa a maior liderança de Santa Filomena do Maranhão.

Salomão que foi o primeiro prefeito de Santa Filomena e está no seu terceiro mandado tem uma linda história de vida, que se confunde com o município, pois foi um dos grandes responsáveis pela Emancipação do povoado em 1994 e em 1996 foi eleito o primeiro prefeito do novo município.

Mais de 5 mil pessoas estiveram presentes para comemorar os 70 anos deste grande líder Salomão Barbosa, um dos maiores políticos da região Central do Maranhão, entre muitos presentes podemos citar o ministro André Fufuca, a prefeita Luana Rezende de Vitorino Freire, os prefeitos Erlânio Xavier de Igarapé Grande e Sebastião Costa de Fortuna, o ex-deputado Ciro Neto, além do vice-prefeito Michel Brandão e vereadores.

Após a recepção, o grande momento foi na praça em frente a residência do aniversariante, onde aconteceu o grande show que animou a multidão presentes.

Parabéns Salomão Barbosa!

Em entrevista a jornalista Silva Tereza o empresário Alessandro Martins confirma interesse em se candidatar a vereador de São Luís

Em entrevista exclusiva à jornalista Sílvia Tereza, o empresário Alessandro Martins confirma que a sua pretensão se disputar uma vaga de vereador na Câmara Municipal de São Luis. O empresário também falou sobre os dias que passou preso no quartel da Polícia Militar do Maranhão e anuncia que quer ser presidente do poder legislativo ludovicense.
Ao receber a jornalista em seu apartamento, Alessandro Martins falou abertamente sobre o drama que viveu quando ficou preso, por 20 dias, no quartel da PMMA, por força de mandado de prisão, depois do cumprimento de um outro mandado, de busca e apreensão em sua residência, em março passado.

Vereador licenciado e secretário Adjunto de Estado Aristeu Nunes confirmado como pré-candidato a vice de Raimundinho em Presidente Dutra

O vereador licenciado de Presidente Dutra e secretário Adjunto de Estado da Articulação Política, Aristeu Nunes declarou apoio à pré-candidatura a reeleição do prefeito Raimundinho.

Aristeu Nunes fez parte da campanha vitoriosa do prefeito Raimundinho em 2020, se afastou do grupo e agora volta para compor a chapa majoritária como pré-candidato a vice-prefeito do grupo de situação.

A união é muito bem vista pelo Governo do Estado, em especial pelo governador Carlos Brandão, pois Aristeu faz parte do grupo de políticos ligado diretamente ao governador.

“Nunca estive fora do grupo, me afastei para assumir uma tarefa indicada pelo governador, a vereadora que assumiu a vaga sempre este ao lado da gestão”, disse Aristeu. “Agora é outro momento vamos unir forças, pois o que está dando certo, não pode mudar”, concluiu ele.

Agora é só esperar a oficialização da união e da composição da chapa que irá concorrer a eleição majoritária em outubro.

Por unanimidade, CNJ determina retorno de Bayma ao cargo no TJMA

O plenário virtual do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) concluiu nesta sexta-feira (12) o julgamento de um recurso apresentado pelo desembargador Antônio Bayma, e determinou seu retorno ao cargo no Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA).

Bayma havia sido afastado pelo próprio CNJ, em outubro do ano passado, como medida cautelar enquanto tramita um processo administrativo disciplinar para apuração de possíveis irregularidades na obra de construção do Fórum de Imperatriz. Além dele, a decisão de 2023 atingiu, ainda, o desembargador Guerreiro Júnior.

O julgamento concluído hoje iniciou-se no dia 4 de abril e terminou com 15 votos a favor da reintegração do magistrado aos quadros da Justiça estadual. Os conselheiros acompanharam voto do relator do caso, João Paulo Schoucair, que ainda prorrogou por 140 dias o processo disciplinar que havia culminado com o afastamento do desembargador maranhense.

“O Conselho, por unanimidade, decidiu pela prorrogação do PAD pelo prazo de 140 dias, deferindo, parcialmente, os pedidos formulados, tão somente para reconsiderar a medida cautelar de afastamento do desembargador A. F. B. A. e autorizar o seu retorno ao exercício de suas funções judicantes e administrativas, caso não esteja afastado por outro processo, nos termos do voto do Relator. Presidiu o julgamento o Ministro Luís Roberto Barroso”, diz a ementa do acórdão publicado ao fim da sessão.

Bayma e Guerreiro, além do desembargador Cleones Cunha, foram alvo de reclamação porque presidiram o TJMA durante a vigência do contrato com a LN Incorporações Imobiliárias LTDA., empresa responsável pela obra de construção do Fórum de Imperatriz

Possíveis irregularidades na contratação e na execução dos serviços culminaram na abertura de um procedimento disciplinar contra os três, e no afastamento dos dois primeiros. Cleones foi excluído do processo na sessão que determinou sua abertura

Gilberto Leda

Demagogia barata: Vereadora caçada em Jatobá perdoa que ajudou a lhe caçar e critica quem ajudou na sua eleição

 

A vereadora Cinza que teve seu mandato caçado em Jatobá junto com mais dois colegas, postou um áudio nas redes sociais que dizendo perdoa e enaltecendo quem ajudou a caçar seu mandato e esquece de agradecer a quem realmente ajudou a eleger ela.

Neste áudio gravado e jogado nas redes sociais hoje (11), a vereadora Cinza diz perdoar a ex-prefeita Consuelo que a perseguiu e fez de tudo para caçar seu mandato até conseguir e esquece de agradecer as pessoas que tanto ajudaram ela ser eleita em 2020, como é o caso do Dr. Gerson que contribuiu para a Cinza conseguir se eleger.

Com certeza a população conhece bem a história.

Polícia Federal no Maranhão deflagra operação visando o combate ao abuso sexual infantil

Nesta quinta-feira (11/04/2024), a Polícia Federal cumpriu mandado judicial de busca e apreensão na residência de investigado por crimes relacionados ao armazenamento e disponibilização de imagens e vídeos contendo cenas de abuso e exploração sexual infantil. Durante as buscas foi possível obter evidências que relacionam o investigado aos crimes investigados.

A operação “CONTEÚDO PROIBIDO V” investiga crimes cometidos em cidade do Maranhão e foi deflagrada na cidade de José de Freitas/PI, atual local de moradia do investigado.

O nome da operação remete ao tráfego de conteúdo envolvendo cenas sexuais de crianças e adolescentes por meio da rede mundial de computadores, conduta proibida pelas leis brasileiras e tratados internacionais.

As investigações foram conduzidas e operacionalizadas pela Delegacia de Polícia Federal em Caxias/MA.

Se confirmada a hipótese criminal, os envolvidos poderão responder, dentre outros, pelos crimes de armazenamento e disponibilização de material contendo imagens de abuso sexual de crianças e adolescentes (Arts. 241-A e 241-B do Estatuto da criança e do adolescente). Esses crimes possuem penas máximas que, se somadas, podem chegar a 10 anos de prisão.

Com a utilização de avançadas ferramentas tecnológicas, além de diferentes meios de obtenção de provas, foi possível rastrear a atuação dos investigados na rede mundial de computadores.

Os equipamentos e mídias apreendidas serão encaminhados para a realização dos exames periciais visando à coleta de provas digitais encontradas nos equipamentos eletrônicos.

Destaca-se que o consumo desse tipo de conteúdo proibido fomenta a prática de violência sexual contra crianças, cujos danos psicológicos e sociais causados às vítimas são permanentes.

A Polícia Federal tem como prioridade o combate aos crimes relacionados ao abuso e à exploração sexual infantil, visando identificar vítimas vulneráveis e prender abusadores, fazendo cessar o cometimento de tais ações, as quais afetam diretamente a sociedade e a família brasileira, principalmente crianças e adolescentes.

Ressalta-se a importância da participação da sociedade ao denunciar toda e qualquer forma de violência praticada contra crianças e adolescentes.

As investigações seguem em andamento.

De John Cutrim

 

Polícia realiza operação contra rifas na internet em São Luís

A Polícia Civil do Maranhão deflagrou, nesta quarta-feira (10), em São Luís, uma operação para desarticular uma organização criminosa que atua na promoção de rifas ilegais na internet. Esta fase da Operação Cota Ilegal, como foi denominada, teve por objetivo a descapitalização do grupo, tendo sido cumpridos mandados de busca e apreensão, além de mandados de sequestro de veículos, bloqueio de valores e de contas em redes sociais.

“A presente investigação visa apurar a promoção de rifas ilegais, bem como crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa. Há indícios de que o investigado movimentou, em pouco mais de três meses, valores que ultrapassam os R$ 4 milhões, provenientes da realização das mencionadas rifas ilícitas”, destacou o delegado Augusto Barros, titular da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), que conduz a operação.

Durante as diligências, logo nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira, em endereços no bairro São Bernardo, sendo um deles uma loja de capacetes, foram apreendidos três veículos, incluindo dois de luxo das marcas Range Rover e Toyota Hilux, além de três motocicletas, duas delas de alto padrão. Também foi encontrada uma grande quantia em dinheiro em espécie, juntamente com aparelhos celulares e objetos pessoais de elevado valor.

“Além da quantia em dinheiro, algo em torno de 60 mil reais, também há relógios de marca, óculos e joias. Estes, no entanto, vão precisar passar por uma avaliação para confirmar a autenticidade, se são realmente de marca e se são de ouro”, informou o superintendente da Seic. “Trata-se de uma organização que fazia altos investimentos em artigos de luxo”.

Além das apreensões, a Polícia Civil conseguiu, junto à Justiça, o bloqueio de contas bancárias visando o sequestro de R$ 4 milhões, que teriam sido levantados pela organização criminosa com as rifas em pouco mais de três meses de atuação. As contas nas redes sociais usadas para praticar as rifas também foram suspensas, mediante autorização judicial.

As investigações prosseguirão com o objetivo de identificar outros envolvidos na lavagem dos recursos ilícitos.

De John Cutrim

O juíz da Comarca de Tuntum acaba de revogar o mandato de prisão do vereador Valcenor

No início da manhã desta quarta-feira (10), o Dr Raniel titular da Comarca de Tuntum, revogou o mandato de prisão que tinha contra o vereador Valcenor Soares, a pedido do seu advogado.

Valcenor Soares que é uma pessoa bem quista no município e sem nenhum antecedente. O mandato tinha pego toda a população de surpresa.